segunda-feira, 14 de março de 2011

Santa ignorância !

Certa vez um colega universitário me falou que as pessoas mais felizes são aquelas mais ignorantes. Indaguei porque e ele argumentou que pessoas assim não tem olhar crítico para nada e não se aborrecem, por isso são felizes. Talvez seja mesmo.
Ultimamente ando um pouco aborrecida com tudo, sobretudo este "jeitinho brasileiro" que impera nos lugares e atividades. Li estes dias uma crônica do nosso já saudoso e grande escritor Moacyr Scliar em que relatava uma ida ao Japão e a participação em uma festa lá. No convite leu que a cerimônia duraria das 17h às 19 hs, quando faltavam cinco minutos para acabar a festa ele chegou a duvidar que iam cumprir o que estava proposto no convite, uma vez que a reunião estava para lá de animada. E qual foi a surpresa que exatamente às 19 horas o anfitrião japonês anunciou o fim do baile.
Infelizmente (ou felizmente para alguns) no Brasil isso jamais aconteceria. Quando cumprem os horários aqui ? Praticamente nunca. Toda vez é isso. Acabei de me aborrecer pela manhã na ida a uma palestra marcada para começar às 10 hs e que somente iniciou às 10:30 hs (foram nada menos que meia hora de atraso). E o título da palestra era um e na hora o palestrante trocou para outro. Me senti enganada. Fiquei aborrecida.
Mas isso não é fato isolado. É só marcar qualquer consulta médica que certamente o profissional te deixará meia-hora ou até horas na sala de espera. Duvido que algum brasileiro não tenha tido tal experiência. Quando é festa, chegam ser irônicos. "O aniversário está marcado para 19h mas vai começar mesmo lá pelas 20h". E assim vai...
Começo a cogitar que meu colega universitário tinha razão. Para ser feliz no Brasil só mesmo sendo ignorante. De preferência bem "otário" (com o perdão da palavra!). Não é atoa que o país é um dos piores no quesito Educação. Certamente se houvesse qualidade na leitura, na escrita dos brasileiros haveria uma melhora significativa de consciência e responsabilidade. Mas aí o povo ia acordar. Ia se revoltar. Ia se aborrecer. Isso é perigoso. Talvez os motivos da fama do Brasil no quesito carnaval, sol, futebol, cerveja, mulheres, etc venha desta razão. Enquanto uns tripudiam dos outros enganando, roubando, atrasando. Muitos acham que são felizes. Santa ignorância !

Texto publicado no Jornal A Razão (Santa Maria-RS) no dia 15/03/11.
www.arazao.com.br

4 comentários:

Nivia disse...

Amiga, passei para visitar teu blog, muito bom o texto. Realmente vivemos num país onde quem respeita as regras, horários... não é visto com bons olhos. Eu em muitas vezs já fui chamada de certinha, estressada, por respeitar horários e principalmete a pessoa que está a minha espera. Entretanto, eu na maioria das vezes não sou respeitada...
Já estou seguindo teu blog, aguardo tua visita no meu. Abração, Nivia.

Milton Soares disse...

Meus cumprimentos Andressa! Teus textos são muito bons e tocam direto nas "feridas" da nossa já há muito combalida sociedade. Adorei a tua maneira sensível de observar, refletir e até, de certa forma, denunciar os absurdos da nossa realidade. Parabéns!

Anônimo disse...

Olá Andressa! Este texto veio bem a calhar. A minha impressão é que muitos fazem questão de ser ignorantes, para viver essa "inércia" de ser brasileiro, muitos colegas professores e educadores inclusive.
Desde que moro em Florianópolis, me sinto como "o exército de um homem só", entendendo "homem" como ser humano.
Abraço, Ana Paula

Anônimo disse...

Oi professora eu estudo no ifsc turma 122, meu nome é Paulo e eu gostei muito do texto, e acho que deveria ser acrescentado a espera nas filas de banco, ou para comprar o passe escolar, coisas que leva-se 15 minutos normalmente, nos tomam 1h 30 minutos, só por causa da ignorância do povo, que não leva os documentos necessários e fica tomando tempo dos atendentes.
Muito legal seu blog.

O sinônimo da palavra AMOR

Acredito que a palavra “MÃE” deve ser uma das mais ditas em cada língua neste mundo. Não tem como negar que a mãe é a pessoa que possui o no...