domingo, 19 de junho de 2016

Sobre pedidos e promessas

Ele pediu de forma tão encantadora que diante de "n" atividades acadêmicas, profissionais, pessoais e sociais tirei um tempinho para escrever. Estar aqui. Fazer o blog ser atualizado. Isso me fez refletir aquele trecho do magnífico livro e eternamente clássico "Pequeno Príncipe" de que somos eternamente responsáveis por aqueles que cativamos. E em respeito a ele, escrevo. Fazia tempo que não escrevia no blog. Escrever requer tempo, criatividade e imaginação. Ultimamente o cansaço e as tarefas cotidianas tiraram de mim estes requisitos essenciais. Mas, prometi. E promessa deve ser cumprida. É sobre isso basicamente que quero dedicar tais linhas. Ele é um adolescente, ainda em fase de crescimento, de amadurecimento, de formação de caráter. Quero fazer também um pedido para este moço querido e que me escuta quase toda semana a partir das aulas das quais é meu aluno: que ele JAMAIS esqueça DE CUMPRIR algo que prometer. Custe o que custar. Deve dar um retorno. Uma resposta. Uma atitude. Um gesto. Algo em troca daquilo que se propôs a fazer. E se não tiver a intenção de cumprir, que jamais prometa. É extremamente frustante para o outro confiar na promessa, confiar no pedido feito e receber um NADA em troca. Nenhuma satisfação. É horrível. Fica aquele vazio. Uma frustação. A admiração diminui. E o encantamento também. O outro já não é tão especial quanto considerávamos antes. É muito ruim descobrir que em algumas pessoas não dá para confiar plenamente. Dói. A gente supõe sempre que aquilo que fazemos, o outro DEVE fazer também. E nem todo mundo é assim. Nem todo mundo dá a importância para pedidos feitos e não cumpridos. Talvez o mundo. Talvez a vida. Talvez tudo fosse diferente se tivéssemos pessoas extremamente responsáveis e que cumprissem tudo que prometessem. Mas, isso é ilusão. Não acontece. A gente vai aprendendo quando a vida vai passando que há diversos fatores envolvidos em uma promessa: grau de cumplicidade, amizade, caráter, envolvimento pessoal ou profissional, entre outro, inclusive fé. Inúmeras foram as situações que pedi, prometeram e não cumpriram. Seja do mais banal pedido ao mais específico ou complexo. Uma tarefa cotidiana. Um pequeno favor. O pedido para não atrasar numa determinada hora. Para calar enquanto falava. Para não esquecer de inserir algo na bolsa. Para uma carona que era "certa" até o motorista "esquecer" o combinado. Para levar o lixo para fora. Para cuidar de determinada coisa. Para confirmar para festa a fim de incluir todos os convidados de forma correta. Para confirmar uma visita. Enfim, pedi. Prometeram. Não cumpriram. Enfim, foram muitos "furos" nesta vida. Muitas frustações. E delas fui aprendendo que o ser humano é falho. E que só cumpre o que julga ser prioritário. E que às vezes não somos especiais para o outro como gostaríamos de ser. Fui aprendendo. Continuo neste processo eternamente.Mas, não mudo. Prefiro a ordem inversa. Prefiro me comprometer. Prefiro julgar todos como especiais. Prefiro que acreditem em mim e na minha palavra. Prefiro cumprir o que prometo. Estar presente. Ser presente. E torço, sinceramente, que você querido jovem faça o mesmo. Prefira cumprir tudo o que se dispor fazer. Prefira sempre a admiração das pessoas. Recuse a frustação delas por você não ter cumprido algo, a menos, claro que tenha um bom motivo para isso. E é por você que dedico este tempo neste domingo frio em Florianópolis. É por você que escrevo agora. Prometi escrever. Atualizar o blog. Respeitar você e sua admiração pelo que escrevo. Espero que esta mensagem sirva também de alerta, alento e conselho para todos que chegaram até o final destas linha. Obrigada Arthur pelo teu pedido. Cumpri. Faça sempre o mesmo quanto te pedirem algo. ******************************************************* Andressa da Costa Farias ******************************************************
Igreja do Bonfim. Salvador-BA.(arquivo pessoal) Muitos pedidos feitos diariamente.

Um comentário:

Iran Silveira disse...

Concordo com você!

;-)

O sinônimo da palavra AMOR

Acredito que a palavra “MÃE” deve ser uma das mais ditas em cada língua neste mundo. Não tem como negar que a mãe é a pessoa que possui o no...